Honoré de Balzac – O Lírio do Vale

CONSELHOS COMPORTAMENTAIS I

Meu pai observou outrora que uma das formas mais ferinas da polidez mal compreendida é o abuso das promessas. Quando lhe pedirem alguma coisa que você não saiba fazer, recuse claramente, não deixando nenhuma falsa esperança; depois conceda prontamente o que quer outorgar: assim adquirirá a amabilidade da recusa e a amabilidade do benefício, dupla lealdade que realça maravilhosamente um caráter. Creio que ficam mais sentidos conosco por uma esperança desfeita do que contentes por um favor prestado. Sobretudo, meu amigo, porque essas pequenas pequenas coisas estão de fato entre minhas atribuições, e posso me deter naquilo que creio saber, não seja confiante, nem banal, nem solícito, três perigos! A confiança excessiva diminui o respeito, a banalidade nos vale o desprezo, o zelo nos torna excelentes para sermos explorados.

© Honoré de Balzac – O Lírio do Vale (excerto) – L&PM Pocket

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s